Ir para conteúdo



Foto

Ministro diz que isenção de ICMS pode baixar banda larga para R$ 29


  • Por favor, faça o login para responder
13 respostas neste tópico

#1

Andrea77

    Super Administradora

  • S. Administradores
  • 4.269 posts

Postado 28 Mar 2011 - 19:08

'Estamos negociando, e operadoras vão baixar o preço', diz Paulo Bernardo.
PIS e o Cofins para fabricação de tablets como iPad devem ser zerados.
[ATTACH]22802.vB[/ATTACH]
O ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, afirmou na tarde desta segunda-feira (28), em um encontro com empresários na sede da Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan), que o preço da internet banda larga vai baixar em breve. “Estamos negociando, e as operadoras vão baixar o preço. Podem falar isso: é a manchete de amanhã”, afirmou o ministro, enfatizando que o preço do serviço pode cair a R$ 29.

“As torcidas do Flamengo e do Vasco sabem que os preços da banda larga do Brasil são altos, principalmente comparando com outros países”, ressaltou Paulo Bernardo. O ministro enfatizou que o Plano Geral de Metas de Universalização (PGMU) e o Programa Nacional de Banda Larga (PNBL) estão no cerne das discussões com as operadoras, além da desoneração do serviço de banda larga.

“Dentro das negociações, estamos colocando o preço da internet a R$ 35. E pode baixar ainda mais para os estados que retirarem o ICMS (Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços), onde a banda larga pode chegar a custar R$ 29”, revelou o ministro.

A negociação com os estados para a retirada do ICMS sobre os serviços de internet banda larga está sendo feita através do Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz). Segundo Paulo Bernardo, o conselho pode autorizar que cada estado brasileiro decida se deseja retirar o imposto, ou não. “O imposto no setor de telecomunicações é muito caro. Se tirarmos só na banda larga, o impacto financeiro não é tão grande e vamos ter menos reclamações dos estados”, observou.
O ministro cobrou ainda uma atitude do setor privado no sentido de disseminar a banda larga no Brasil. “O desafio é o seguinte: as empresas tem que ganhar mais fornecendo internet em larga escala, e não oferecendo o serviço a poucos e cobrando alto”, afirmou Paulo Bernardo. “Vocês vão ‘lavar a égua’ de ganhar dinheiro se fizerem a internet ficar mais barata”, arrematou.

De acordo com dados apresentados pelo ministro, em 2009, 10,2 milhões de domicílios brasileiros tinham banda larga, com peço médio de R$ 96. Para Paulo Bernardo, em 2014, graças ao PNBL, 35 milhões de domicílios teriam banda larga, a um custo de R$ 35, podendo baixar para R$ 15, caso haja uma redução tributaria.
O ministro também ressaltou que a Telebras vai ser importante ator no mercado de banda larga. “A Telebras vai ter um papel importante, até regulador, principalmente na venda de tráfego de dados no atacado, para se ter condições de oferecer um serviço mais rápido e barato”, frisou.


Tablets mais baratos


[ATTACH]22803.vB[/ATTACH]


Para Paulo Bernardo, a queda de preço no serviço de banda larga deve ser priorizada, concomitantemente com a melhoria da velocidade. “Nesse momento, se dermos um salto para 80% da população ter acesso à internet, sem se preocupar tanto com velocidade, vai ser um avanço excepcional”, enfatizou. Segundo Bernardo, hoje, 33% da população têm domicílios conectados. “A medida que a banda larga for difundida, vão passar a oferecer um serviço mais veloz”, acredita o ministro.

Durante o encontro na Firjan, Paulo Bernardo afirmou que a desoneração de tablets, uma das metas do PNBL, está muito próxima de ser implantada. Isso reduziria o preço de computadores de mão com tela sensível ao toque como o iPad e o Galaxy Tab.

“Queremos dar o mesmo tratamento que demos para os computadores: laptops e desktops. Com isso, acho que vai baratear o custo para quem fabricar os tablets no Brasil”, disse. “Tem uma chance enorme de zerar o PIS (Programa de Integração Social) e o Cofins (Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social) para tablets. Para isso, não precisa de lei, já que podemos solicitar direto à Receita Federal”, concluiu.



Fonte: Bernardo Tabak Do G1 RJ

Imagem(ns) anexada(s)

  • ministropaulobernardo.jpg
  • motorolaa1.jpg

"Antes de me Criticar .... Tente me Superar!!!"



#2

csc

    Membro Platinum PluS

  • Usuário VIP
  • PipPipPipPipPipPipPip
  • 5.217 posts

Postado 28 Mar 2011 - 20:27

Isto sim é noticia!!!!!É incrível como o imposto neste pais é alto!

Baheaaaaaa!!!!!!!!!!!!!!


#3

FANS-87™

    Z3 Play

  • Administrador
  • 22.368 posts

Postado 28 Mar 2011 - 20:56

Good New!

post-5800-0-82412700-1391461976.gif
"...May the force be with you"

post-5800-0-30701200-1393803426.jpg

Não respondo dúvidas por MP.


#4

AdlerTC

    Membro Platinum PluS

  • Membro Prime
  • PipPipPipPipPipPipPip
  • 2.219 posts

Postado 28 Mar 2011 - 21:51

Mas ainda faltam investimentos na ampliação da cobertura desses serviços. As grandes cidades têm acesso a tais serviços, mas o país não é feito apenas de grandes cidades.
Acesso à internet digno hoje em dia é de no mínimo 300kbps.

Imagem Postada


#5

mcremaschi

    Membro Júnior

  • Membro Prime
  • PipPipPip
  • 134 posts

Postado 29 Mar 2011 - 09:23

Querem apostar que 29,00 vai ser velocidade de 256kbps


Essa aqui é só o começo da palhaçada!!!

http://www.telefonic...ndalargapopular
[SIGPIC][/SIGPIC]

#6

seiken

    Membro Platinum PluS

  • Membro Prime
  • PipPipPipPipPipPipPip
  • 24.925 posts

Postado 29 Mar 2011 - 14:52

Para quem já tem banda larga, 256kbps é pouco. o download é lento, jogos ficam lagando e o youtube só em resolução baixa .

Para quem conecta com linha discada, é 4 vezes os 56kbps , mais estável , não restringe horário de 00:00 às 06:00 e é 75% do plano residencial mais barato com franquia de 200min .

Eu sou um dos que conectam via linha discada e modem V.92 bis , te garanto que há muita gente nessa situação por simples falta de viabilidade de acesso a ADSL ou tv a cabo na região que moram , por não ser economicamente (lucrativamente) viável implantar .

Se a internet popular chegar nesses bairros sem viabilidade, para os assalariados, então será boa, mas na prática vai existir só na zona sul, onde normalmente já há até internet via Wi-Fi de graça .
Não respondo dúvidas via email, caixa de entrada ou mensagem privada. Procure o fórum sobre seu aparelho e crie um tópico novo com a dúvida, assim não somente eu mas qualquer membro poderá ajudá-lo.

#7

NiLdoZ™

    Membro Platinum PluS

  • Membro Prime
  • PipPipPipPipPipPipPip
  • 4.500 posts

Postado 29 Mar 2011 - 15:32

Eles chamam 256kbps de banda larga. Mas isso é palhaçada, o Brasil precisa evoluir muuuuito ainda em termos de banda larga!
E tomara que isso saia do papel mesmo, e logo...

Concordo com mcremaschi a velocidade deverá ser essa mesmo.

LG p698f (ainda) Agora com a ZemDroid. \:)/
Twitter = @Nildo_Queiroz


#8

AdrianoDBA™

    合気道 - 武道

  • Supervisor Geral
  • 277.476 posts

Postado 30 Mar 2011 - 01:17

Ouvi dizer que o "Papai Noel" ira intervir para q isso aconteça e q a banda seja de 2mb..;)

"A única razão para o tempo é que não aconteça tudo ao mesmo instante."



Twitter = @adrianodba


#9

juninhorokr

    Iniciante

  • Membros
  • Pip
  • 3 posts

Postado 30 Mar 2011 - 05:07

Alguns amigos reclamam de 256 Kbps aqui.


e o que dizem sobre eu estar usando DISCADA 52,0Kbps em FORTALEZA?

quer dizer, 5ª Maior capital do País e não possui cobertura de banda larga ADSL em todas as partes.

não culpo nem o Governo por isso,mas as operadores,principalmente a Oi que atua de forma irresponsável sem saber gerenciar seus sistemas de distribuição.

pelo visto vou morrer e essa tranqueira chamada Velox não terá disponibilidade para minha casa,detalhe moro aqui a 10 anos.

o mais bonito de tudo isso é que meus vizinhos compraram velox,meu primo que segundo a Oi no proprio site não tem disponibilidade,simplesmente ligaram pra lá e venderam e a Banda larga funciona total.


Vergonha de dizer que uso isso como Internet

#10

NiLdoZ™

    Membro Platinum PluS

  • Membro Prime
  • PipPipPipPipPipPipPip
  • 4.500 posts

Postado 30 Mar 2011 - 06:47

Ás vezes eles dizem isso mesmo, que não tem disponibilidade técnica e tal, mas nem sempre isso é verdade. O fato é que a Oi é péssima mesmo e a propria NÃO SABE dizer se há disponibilidade.
Com meu irmão aconteceu o seguinte, ele contratou o Oi conta total, com velox de 1Mb, tudo bem, eles venderam pra ele, só que percebemos que a velocidade era bem abaixo de 1Mb, quando ele ligou pra lá pra reclamar eles disseram que a linha dele não tinha disponibilidade técnica para banda de 1Mb e que só podia disponibilizar pra ele 300Kb, sendo que ele pagava por 1Mb.

LG p698f (ainda) Agora com a ZemDroid. \:)/
Twitter = @Nildo_Queiroz


#11

PauloCigano

    Membro Master

  • Membro Prime
  • PipPipPipPipPipPip
  • 1.162 posts

Postado 30 Mar 2011 - 07:05

A oi realmente tem um servico pessimo, entretanto nao vou reclamar, na empresa da minha mae a gente usa o plano da oi de 6mb, a gente paga 170 por esse plano. E eu acho barato, mas soh esta esse valor pq aqui em sao luis tem mais 2 empresas de tv a cabo oferecendo pacotes bons, o que deixa o servico melhor e mais acessivel eh a concorrencia, onde nao tem, nao presta. Ja temos esse plano a 5 anos, e nesse tempo todo soh ficamos sem sinal umas 3 vezes, o roteador ta ligado direto a 2 anos e a velocidade nunca caiu.

#12

seiken

    Membro Platinum PluS

  • Membro Prime
  • PipPipPipPipPipPipPip
  • 24.925 posts

Postado 30 Mar 2011 - 17:23

Atenção : Informação sobre disponibilidade informada no site

Não são funcionários das concessionárias que fazem a viabilidade à nível de cabeamento . As concessionárias terceirizam a implantação da viabilidade com empreiteiras da região.

Se você, consumidor arcar com os custos da empreiteira, é excelente para elas, pois irá ampliar a malha de cobertura , para quando for lucrativo vender na região parte da malha já existir .

Então se chegar perto do técnico que atende seu bairro , explicar que não é gato, é para assinar o contrato corretamente e que precisa que seja feito a viabilidade (cabeamento) de forma particular, é quase garantido que façam , cobrando uma pequena contribuição ( se-quer-rir-então-faz-me-rir ).

Em Belo Horizonte já ouvi falar que pagaram de R$100,00 até R$250,00 , os próprios técnicos já informam a viabilidade no sistema e entregam linha funcionando bastanto apenas fazer o contrato .

Tanto a OI Velox ( equivalente ao Speedy ) quanto a NET a cabo em BH funcionam assim .

[]s
Não respondo dúvidas via email, caixa de entrada ou mensagem privada. Procure o fórum sobre seu aparelho e crie um tópico novo com a dúvida, assim não somente eu mas qualquer membro poderá ajudá-lo.

#13

NiLdoZ™

    Membro Platinum PluS

  • Membro Prime
  • PipPipPipPipPipPipPip
  • 4.500 posts

Postado 30 Mar 2011 - 20:33

Justamente, só que na verdade quando você liga aqui na Oi eles dizem "um momento que vou verificar se a sua linha tem disponilidade técnica para o velox 10Mb" por exemplo. Dai eles dizem (às vezes) que a linha não tem disponibilidade, só para "tal velocidade". Aí pra quem é 'leigo' tem que aceitar a informação que eles passam, pois nem todo mundo tem a ideia de pedir ao técnico para verificar a linha.

LG p698f (ainda) Agora com a ZemDroid. \:)/
Twitter = @Nildo_Queiroz


#14

mcremaschi

    Membro Júnior

  • Membro Prime
  • PipPipPip
  • 134 posts

Postado 31 Mar 2011 - 15:10

Ás vezes eles dizem isso mesmo, que não tem disponibilidade técnica e tal, mas nem sempre isso é verdade. O fato é que a Oi é péssima mesmo e a propria NÃO SABE dizer se há disponibilidade.
Com meu irmão aconteceu o seguinte, ele contratou o Oi conta total, com velox de 1Mb, tudo bem, eles venderam pra ele, só que percebemos que a velocidade era bem abaixo de 1Mb, quando ele ligou pra lá pra reclamar eles disseram que a linha dele não tinha disponibilidade técnica para banda de 1Mb e que só podia disponibilizar pra ele 300Kb, sendo que ele pagava por 1Mb.


Por isso adoro celular com função que grava as ligações. Faz cada estrago!!!
[SIGPIC][/SIGPIC]