Ir para conteúdo



Foto

Ultrabooks: uma revolução ou mais uma modinha? [opinião]


  • Por favor, faça o login para responder
13 respostas neste tópico

#1

HKaneo

    Administrador

  • Administrador
  • 10.465 posts

Postado 18 Set 2012 - 21:05

No final de 2011 e início de 2012, todas as previsões sobre o mundo da tecnologia tinham uma opinião em comum: o ano seria decisivo para a entrada definitiva dos ultrabooks no pensamento do consumidor.
Já nos aproximamos do último trimestre do ano – e chegou a hora de avaliar novamente os impactos desses produtos. Ainda caros, com poucos modelos portáteis e muitas promessas, há quem duvide que os ultrabooks consigam um lugar ao sol no mercado.
São dois extremos possíveis: ser uma verdadeira revolução na maneira com que você usa o computador ou só mais um produto ambicioso que será esquecido em pouco tempo. Mas será mesmo que o ultrabook se encaixa em uma dessas categorias? Ou pior: será que não estamos dando atenção demais para ele?


Quanto mais novo, melhor

No mundo da tecnologia, o pensamento acima é quase unânime entre a maioria dos consumidores. Claro que os produtos mais novos tendem a apresentar um maior número de novidades e configurações técnicas mais avançadas (é só tomar o iPhone 5 como referência mais recente), mas é preciso ter cuidado ao aceitar essas tecnologias sem julgá-las.

Anúncios cheios de glamour contribuem para a fama do produto. (Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

São as chamadas “modinhas” – e assim como tipos de roupa, alimentos ou programas de TV, os gadgets também passam por ondas repentinas de sucesso, especialmente durante a época de lançamento, até voltarem a ser apenas mais um produto nas prateleiras.

Criadas pela superexposição da mídia (e também por méritos próprios, como serem novos, bonitos, poderosos e caros), essas modinhas podem ser perigosas: o produto pode dar errado, as vendas podem não decolar e quem saiu correndo para adquirir um pode se arrepender da compra antecipada. E aceitar um aparelho mais novo como melhor é perigoso, já que são muitas as variáveis que devem ser envolvidas nesse julgamento.

Ultrabons, mas ultracaros

Seja sincero: quanto você pagaria em um computador novinho e com algumas das configurações mais avançadas do mercado? Digamos que sua resposta seja até R$ 2 mil – muito dinheiro, que poderia ser facilmente gasto com consoles ou melhorando seu PC desktop.

Isso porque esses mesmos R$ 2 mil não são suficientes, no Brasil, para comprar os ultrabooks mais “ultra” que existem por aqui. Máquinas com processador Ivy Bridge i5 ou i7 e mais de 4 GB de RAM encarecem o aparelho e, nos casos mais otimistas, fazem você gastar quase R$ 3 mil.

O processador é bom, mas encarece as coisas. (Fonte da imagem: Divulgação/Intel)

É só ver alguns exemplos recentes: a Série T, da Sony, vai de R$ 2.899 a R$ 3.199, enquanto o primeiro modelo da Dell pode chegar a R$ 6 mil. Para os consumidores médios brasileiros, alguns economizando para comprar os primeiros eletrônicos de qualidade, ainda é totalmente inviável gastar tanto em uma só máquina. E os impostos, sempre eles, contribuem de forma negativa e encarecem ainda mais os aparelhos.

Isso sem falar nos concorrentes: apesar dos preços astronômicos dos novos MacBooks Pro, os modelos mais antigos e até os MacBooks Air têm a simpatia de muita gente, principalmente por levar o selo de qualidade da Maçã.

Vai comprar um ultrabook? Haja porquinho. (Fonte da imagem: Thinkstock)

Já os tablets parecem ganhar a simpatia de quem torcia o nariz para os primeiros modelos. Isso sem falar no Microsoft Surface, que pode ser o pesadelo de muitas empresas, e no fato de muita gente acreditar que o computador está morrendo.

O futuro não é tão ruim

O mercado de laptops em geral está em alta no Brasil, mas isso não significa que o ultrabook também esteja, já que as vendas em quantidade não vão tão bem assim. Mas são várias as boas notícias que mostram que a luz no fim do túnel é bem mais brilhante.

A Intel já deu várias pistas de que deseja baratear a produção (e, consequentemente, o preço) de seus ultrabooks para até US$ 699, tudo para conseguir competir no mercado com os diferentes MacBooks.

Produtos nacionais ou fabricados aqui podem custar menos. (Fonte da imagem: Divulgação/Positivo)

Além disso, eles já estão mais finos e leves, sendo capazes de serem carregados por aí sem muita dificuldade. E o visual não precisa de alterações, já que esse sempre foi um dos fortes dos ultrabooks.

Por último, o que mais agrada é a promessa de que os aparelhos podem receber isenção fiscal pela chamada Lei da Informática, caso sejam fabricados por aqui. E um alívio no bolso, por menor que seja, é sempre bem-vindo.

...

Os ultrabooks têm um enorme potencial, configurações invejáveis e serão muito bem-vindos por quem gosta de computadores portáteis, seja para se divertir com games mais pesados ou lidar com programas de edição de foto, áudio ou vídeo que exigem mais de uma máquina.

Mas eles ainda esbarram em alguns obstáculos, como o fator preço, determinante para definir o sucesso ou não desses aparelhos. Por enquanto, o saldo parece levemente favorável, pendendo para “revolucionário” – mas nem tanto – em vez de “modinha”. E é grande a torcida para que eles não caiam no mesmo limbo dos quase finados netbooks.

Fontes: PCWorld, eWeek, Electric Pig

Imagem(ns) anexada(s)

  • UltraBook.jpg
  • UltraBook1.jpg
  • Processador Intel.jpg
  • Cofrinho Porquinho.jpg
  • UltraBook Positivo.jpg

Não respondo dúvidas por MP/Skype, pergunte no fórum pois pode ajudar outros usuários.
Imagem Postada
Livra-me, meu Deus, dos meus inimigos, defende-me daqueles que se levantam contra mim... (Salmo 59)



#2

TiagoRodrigues

    Membro Pleno

  • Membro Prime
  • PipPipPipPip
  • 237 posts

Postado 18 Set 2012 - 21:07

Daqui a uns 5 anos talvez.

Technologic!


Agradeça se este post lhe foi útil.


#3

Andrea77

    Super Administradora

  • S. Administradores
  • 4.269 posts

Postado 18 Set 2012 - 23:35

Eu acho que é uma revolução que inspirará as novas gerações de laptops.

"Antes de me Criticar .... Tente me Superar!!!"


#4

TiagoRodrigues

    Membro Pleno

  • Membro Prime
  • PipPipPipPip
  • 237 posts

Postado 19 Set 2012 - 00:29

Concordo, por isso disse que daqui a uns 5 anos talvez, mas como aprendi na adm : "Tem mercado pra tudo, basta saber vender".

via Tapatalk2!

Technologic!


Agradeça se este post lhe foi útil.


#5

mizu.taifux

    Membro

  • Membros
  • PipPip
  • 59 posts

Postado 19 Set 2012 - 07:50

Bem colocado o post.
Acredito que uma evolução está por vir, mas como o amigo Tiago disse só daqui 5 anos ou mais. Agora nem pensar. O que deve dar de páu essas máquinas imagina nesse calor que está fazendo...
Netbooks e Tablets tem seu mercado assim como o Ultrabook vai ter o seu.
A portabilidade é a prioridade dessas máquinas, mas elas não me passam nenhuma segurança.
Acho muito difícil o Ultrabook tomar o lugar de notebooks como Dell Precision por exemplo entre outros tops do mercado que tem características de workstation móvel com GFX e processadores e memórias de alta performance.
Faço uma comparação com o aquele MacBook Air ( acredito ser o mesmo conceito ) para sair com uma máquina power só para quem tem muito dinheiro e pegar o top, senão só vai ter mais uma máquininha em casa para ficar de enfeite.
» SAMSUNG GALAXY S GT-I9000B (Tim)| Nokia Asha 202 (Vivo/Claro) | Motorola D1 (Vivo/Tim) «

#6

LiveSorcerer™

    I see the future...rs

  • Supervisor
  • 1.460 posts

Postado 19 Set 2012 - 10:05

Tenho um Dell Inspiron 1545, comprado em 2008, só no começo do ano que a bateria começou a perder carga, e agora tenho que usar direto na tomada.
Na época era top, mas hoje começou a dar batente.
Penso em trocar de notebook, mas não é o momento, ainda mais agora com lançamento do Windows 8, então irei aguardar mais tempo, e ver como esta o mercado.
E estou numa dúvida cruel, pegar um Macbook Pro ou um Notebook/Ultrabook, top, para aguentar por mais 4 anos.

Apple iPhone 7 Silver 32GB iOS 10.3.3 (VIVO) / Huawei Mate 10 Pro  6GB/128GB (TIM)

Apple Macbook Pro 13" 2012 + 16GB DDR3L + 1TB SSD (Series 840 Evo+Series 850 Evo RAID 0) + MacOS Sierra / Dell Inspiron i15 5548 i5 5200U / 2.2 GHz@2.7GHz8GB DDR3 + Radeon M265 2GB DDR3 + 1TB + Windows 10 Pro

(Xbox Classic) Biostar AMD A8-5545 @2.7GHz + HD8510G/GALAX GT 1030 2GB 64Bits + 8GB DDR3 + 120GB SSD + 2TB HDD + Windows 10 Pro

(PS3 FAT) Gigabyte GA-H81N-D2H i5-4570 @3.6GHz + Intel® HD 4600 + 16GB DDR3 + 240 GB SSD + 2TB HDD + Windows 10 Pro


#7

fabriciocool

    Membro Master

  • Membro Prime
  • PipPipPipPipPipPip
  • 1.162 posts

Postado 19 Set 2012 - 12:13

É o que digo para todo mundo que quer comprar um notebook e familia, compre-o se precisar de um programa especifico que rode apenas nas plataformas, caso contrario, um tablet alem de mais barato, é muito melhor. Sou muito mais a favor de um iPad do que um ultrabook desse, custa uma fortuna de caro e nem tem tanta necessidade de ter algo assim.

I only have a passenger phone...


#8

Jefferson©

    Membro Master

  • Membro Prime
  • PipPipPipPipPipPip
  • 1.224 posts

Postado 19 Set 2012 - 14:52

Eu queria uma modinha dessa ( cada caso é 1 caso)

Tem pessoas que acham que precisam e outros não. É questão de opiniões e sensibilidade. Mais no meu ver acho algo desnecessário.
(J.A) Tapatalk 2
Sem concorrências não existe inovações.


#9

LiveSorcerer™

    I see the future...rs

  • Supervisor
  • 1.460 posts

Postado 19 Set 2012 - 15:00

Atualmente gosto de coisas portáteis.
Gastei muito com Desktop por causa de jogos, decidi comprar um video-game, no caso o Xbox 360.
Uso o notebook para estudos e trabalho, e atualmente edição de vídeo.
Então neste caso, estou numa dúvida cruel, Notebook/Ultrabook potente ou um Macbook Pro.

Apple iPhone 7 Silver 32GB iOS 10.3.3 (VIVO) / Huawei Mate 10 Pro  6GB/128GB (TIM)

Apple Macbook Pro 13" 2012 + 16GB DDR3L + 1TB SSD (Series 840 Evo+Series 850 Evo RAID 0) + MacOS Sierra / Dell Inspiron i15 5548 i5 5200U / 2.2 GHz@2.7GHz8GB DDR3 + Radeon M265 2GB DDR3 + 1TB + Windows 10 Pro

(Xbox Classic) Biostar AMD A8-5545 @2.7GHz + HD8510G/GALAX GT 1030 2GB 64Bits + 8GB DDR3 + 120GB SSD + 2TB HDD + Windows 10 Pro

(PS3 FAT) Gigabyte GA-H81N-D2H i5-4570 @3.6GHz + Intel® HD 4600 + 16GB DDR3 + 240 GB SSD + 2TB HDD + Windows 10 Pro


#10

mizu.taifux

    Membro

  • Membros
  • PipPip
  • 59 posts

Postado 20 Set 2012 - 08:29

Sorcerer na compra de meu notebook eu tive a mesma dúvida : Noteboo potente ou um Macbook Pro ( na época não existia Ulltrabook ).
Vou colocar minha experiência e o que me levou a escolha:

Trabalho com desenvolvimento de aplicações Desktop e Web.
Faço visitas regularmente a alguns clientes, preciso da portabilidade, caso contrário prefiria ter um Desktop que é muito mais confortável e mais saudável também.

Na empresa que eu trabalho eles disponibilizavam máquinas domésticas que causavam problemas diversos com recursos que uso como virtualização emulação de plataformas, bugs de hardware e etc..

Na épóca que comprei meu notebook minha primeira opção era um MACBOOK PRO por se tratar de um processador superior e memória acima de 4GB (veja fazem alguns anos.... hoje micros domésticos já possuem essa memória ) com clock de memória alta e armazenamento alto e o principal posso instalar o WINDOWS e MAC OS (dual boot). O ponto negativo dessa máquina fica por conta da tela 13 polegadas por isso eu desisti.
Hoje a Apple tem um com 15 polegadas mas o preço inviabiliza a compra eu não conenheço ninguém que pagaria quase R$ 8.000,00 em um notebook da apple.

Trabalhar horas em uma máquina com 14 polegadas ou menos é um pesadelo que não quero mais passar....

Pesquisei muito e cheguei a Dell e peguei as especificações do notebook workstation móvel ( dá pra entrar no site e brincar com as configurações e preços... ) o modelo é o mais utilizado na Engenharia Cívil, Elétrica etc. por que tem uma placa de video gráfica muito boa para notebooks, uma memória com clock superior, discos, garantia ,tudo em português e o suporte é muito bom nos firmwares de BIOS e componentes.

Não é tão bonito quanto o Macbook pro mas tem uma tela de 17 polegadas bem confortável e a bateria dura 4 a 5 horas.

Hoje temos diversos fabricantes no país acredito que vale a pena sempre comparar todos os componentes de Hardware além do preço, pesquisar para ver se a máquina esquenta muito, resumindo se é estável e o principal se possui uma garantia razoável.

Boa Sorte!
» SAMSUNG GALAXY S GT-I9000B (Tim)| Nokia Asha 202 (Vivo/Claro) | Motorola D1 (Vivo/Tim) «

#11

LiveSorcerer™

    I see the future...rs

  • Supervisor
  • 1.460 posts

Postado 20 Set 2012 - 08:39

Eu normalmente avalio o hardware primeiro e depois a fabricante, no entanto que esto a 4 anos com meu DELL Inspiron 1545, e só agora que a bateria começou a perder muita carga.
E no meu caso, prefiro uma tela de 15".
E agora com o lançamento do Windows 8, vou esperar novos lançamentos das fabricantes, pois para usar o W8 seria interessante ter tela touchscreen.

Apple iPhone 7 Silver 32GB iOS 10.3.3 (VIVO) / Huawei Mate 10 Pro  6GB/128GB (TIM)

Apple Macbook Pro 13" 2012 + 16GB DDR3L + 1TB SSD (Series 840 Evo+Series 850 Evo RAID 0) + MacOS Sierra / Dell Inspiron i15 5548 i5 5200U / 2.2 GHz@2.7GHz8GB DDR3 + Radeon M265 2GB DDR3 + 1TB + Windows 10 Pro

(Xbox Classic) Biostar AMD A8-5545 @2.7GHz + HD8510G/GALAX GT 1030 2GB 64Bits + 8GB DDR3 + 120GB SSD + 2TB HDD + Windows 10 Pro

(PS3 FAT) Gigabyte GA-H81N-D2H i5-4570 @3.6GHz + Intel® HD 4600 + 16GB DDR3 + 240 GB SSD + 2TB HDD + Windows 10 Pro


#12

gutoharada

    Membro Pleno

  • Membros
  • PipPipPipPip
  • 247 posts

Postado 14 Nov 2012 - 21:36

Fiquei tentado a comprar um ultrabook, mas depois de pesquisar bastante acabei optando por um Samsung series 7 slate, que junta a performance do ultrabook com a praticidade de um tablet. Para quem não conhece, é um tablet com core i5 2467m, 4 gb ram ddr3, 128 gb ssd, tela 11,6" capacitiva multitouch e roda windows 7.

Fanático por cameraphone

Atuais  Galaxy S8 e S7, Nokia 808 e K Zoom

Anteriores K790, K850, C905, N8, Satio e Z3 Compact


#13

LiveSorcerer™

    I see the future...rs

  • Supervisor
  • 1.460 posts

Postado 15 Nov 2012 - 10:46

Fiquei tentado a comprar um ultrabook, mas depois de pesquisar bastante acabei optando por um Samsung series 7 slate, que junta a performance do ultrabook com a praticidade de um tablet. Para quem não conhece, é um tablet com core i5 2467m, 4 gb ram ddr3, 128 gb ssd, tela 11,6" capacitiva multitouch e roda windows 7.

Ótima aquisição, eu acabei atualizando meu Dell para o Windows 8 Pro.
Mas também acabei comprando um Macbook Pro 13.3"com Mountain Lion.
Estou gostando muito do Mac, mas é estranho quando saio dele para mexer no Dell.

Apple iPhone 7 Silver 32GB iOS 10.3.3 (VIVO) / Huawei Mate 10 Pro  6GB/128GB (TIM)

Apple Macbook Pro 13" 2012 + 16GB DDR3L + 1TB SSD (Series 840 Evo+Series 850 Evo RAID 0) + MacOS Sierra / Dell Inspiron i15 5548 i5 5200U / 2.2 GHz@2.7GHz8GB DDR3 + Radeon M265 2GB DDR3 + 1TB + Windows 10 Pro

(Xbox Classic) Biostar AMD A8-5545 @2.7GHz + HD8510G/GALAX GT 1030 2GB 64Bits + 8GB DDR3 + 120GB SSD + 2TB HDD + Windows 10 Pro

(PS3 FAT) Gigabyte GA-H81N-D2H i5-4570 @3.6GHz + Intel® HD 4600 + 16GB DDR3 + 240 GB SSD + 2TB HDD + Windows 10 Pro


#14

gutoharada

    Membro Pleno

  • Membros
  • PipPipPipPip
  • 247 posts

Postado 15 Nov 2012 - 21:13

cheguei a instalar o windows 8 no tablet, mas nao gostei do teclado virtual, ele ocupa a metade da tela, o que acaba atrapalhando a visualização. Com isso acabei retornando para 0 seven, pois seu reclado virtual permite redimensionar, mover e aplicar transparência, incomodando bem menos a visualização da tela. Realmente a diferença entre o manuseio do tablet com android e windows 7 é grande, e pessoalmente prefiro o tablet pc com o Windows. Não me desfiz do Xoom 2 me porque ele é mais confortavel para transportar no dia a dia.

Fanático por cameraphone

Atuais  Galaxy S8 e S7, Nokia 808 e K Zoom

Anteriores K790, K850, C905, N8, Satio e Z3 Compact