Ir para conteúdo



Foto

Rússia irá fabricar seu próprio processador, o Baikal, para fugir da conspiração Intel/AMD


  • Por favor, faça o login para responder
Não há respostas para este tópico

#1

Filipe™

    Membro Platinum PluS

  • Membros
  • PipPipPipPipPipPipPip
  • 5.592 posts

Postado 23 Jun 2014 - 23:37

23_putin_01.jpg

 

A Rússia pretende substituir todos os processadores AMD e Intel de seus aparelhos utilizados pelo governo por um chip próprio baseado em ARM, o Baikal. O motivo é bem o que esperamos da Rússia: fugir de uma possível conspiração entre as fabricantes de CPUs e agências do governo dos Estados Unidos, como CIA e NSA, para espionar os dados russos.

 

Os processadores Baikal, codinome relacionado ao um lago localizado no sul da Sibéria, serão baseados na arquitetura ARM Cortex A57 com instruções de 64-bits, e serão lançados em 2015. O system-on-a-chip irá operar em 2GHz com oito núcleos, enquanto versões com 16 núcleos devem chegar em 2016. Obviamente estes computadores não irão rodar os não confiáveis softwares ocidentais Windows ou MAC OS: os russos devem usarLinux.

 

A saída de todo o governo da lista de compras da AMD ou Intel não será o suficiente para impactar de forma pesada na economia das duas empresas, mas não deixa de trazer números expressivos: serão encomendados anualmente para a Baikal Electronics, não por coincidência a empresa que desenvolve o chip, 700 mil computadores e 300 mil servidores, com custos estimado de US$ 500 milhões e US$ 300 milhões, respectivamente. Até o fim deste contrato, o governo russo terá gasto aproximadamente US$ 3.5 bilhões para livrar seu governo dos espiões iankes.

 

Este não é o primeiro passo na guerra tecnológica russa contra os Estados Unidos. O governo russo já entrou em conflito sobre o uso do GPS, sendo que ameaçou fechar suas bases em terra para operação do serviço caso os americanos não concordem em instalar novas bases para sua tecnologia análoga, a Glonass.

 

Fonte: Adrenaline