Ir para conteúdo



Foto

Palm treo 750


  • Por favor, faça o login para responder
Não há respostas para este tópico

#1

Brunohc

    Membro Platinum PluS

  • Membro Prime
  • PipPipPipPipPipPipPip
  • 4.370 posts

Postado 03 Out 2007 - 18:03

Imagem Postada

A Microsoft surpreendeu meio mundo quando anunciou que tinha trabalhado em estreita colaboração com a rival Palm no lançamento do primeiro terminal do fabricante americano equipado com o Windows Mobile.

O lançamento do Palm 700w marcou a viragem económica da marca, cuja situação financeira se vinha degradando, e foi um dos principais factores que levaram a marca a voltar a alcançar uma situação estável.



Os defensores da marca, e do PalmOS em geral, consideraram uma heresia a súbita atracção da Palm pelo sistema operativo da Microsoft, mas o mercado logo se encarregou de demonstrar que a opção foi bem acertada.

Mas na verdade não se tratava de mais um equipamento Windows Mobile, mas sim de um novo Palm Treo que, por acaso, está baseado no sistema da Microsoft.



As alterações introduzidas pela Palm neste equipamento deram-lhe uma identidade própria diferenciando-o dos restantes equipamentos do mercado. Esta identidade única não advém do formato característico, e tão apreciado, dos Treos, mas da aplicação de todo o know-how da marca na criação da melhor versão do Windows Mobile do mercado.

Não fora o ecrã quadrado e a ausência de conectividade WiFi e certamente que este equipamento poderia ser rotulado de ‘o melhor terminal Windows Mobile do mercado’.



Antes de aprofundarmos as razões que nos levaram a atribuir o estatuto de Recomendado pela primeira vez a um terminal, gostaríamos de agradecer à Mobinav a cedência do equipamento aqui testado.



Aspecto exterior



À primeira vista o Palm Treo 750 poderá não agradar à generalidade dos utilizadores um pouco devido ao ecrã quadrado, pouco apreciado entre os entusiastas do Windows Mobile por estar conotado (injustamente) com algum género de limitação.



Imagem Postada



Porém, após o primeiro contacto é difícil não ficar fascinado pelo terminal, seja devido ao ‘encaixe’ perfeito na mão, à qualidade dos materiais ou aos acabamentos excelentes.



Imagem Postada



O toque aveludado do acabamento e o seu acabamento em azul metalizado, os encaixes (quase) perfeitos e a ausência de folgas ou de elementos que aparentem não estar solidamente ligados ao terminal, tornam o Treo um equipamento único.

As inserções a imitar o metal provocam um contraste excelente com a cor geral do equipamento e a opção de as usar para dividir o equipamento ao meio, separando o teclado do ecrã e botões associados, mostra-se muito bem conseguida dando um aspecto compacto e sólido ao equipamento.



O aspecto mais invulgar do equipamento é a existência de um interruptor no topo que permite colocar o Treo em modo silencioso, útil para reuniões ou situações onde não pode ser incomodado, evitando ter que percorrer diversos ecrãs ou menus para activar o perfil adequado.



Ecrã



Sem dúvida o ponto menos apreciado do Palm Treo é o seu ecrã quadrado com apenas 240 x 240 pixels de resolução. É certo que todos os Treo lançados até hoje vêm equipados com um ecrã quadrado, porém o PalmOS permitia que este usasse uma resolução superior à do Windows Mobile.



Imagem Postada



É que existe uma diferença assinalável, em termos de experiência e de volume de informação apresentado, entre o ecrã usado (240x240) e os usados nos Treos com PalmOS (320x320).



Outros das desvantagens normalmente apontadas aos equipamentos com este género de ecrã (HP iPAQ hw6515 / hw6915 e Fujitsu-Siemens Pocket Loox T830) é de que são incompatíveis com algumas aplicações.

Esta conotação não é de todo verdadeira já que qualquer aplicação que se ‘comporte’ adequadamente quando a orientação do ecrã é alterada de modo Paisagem para Retrato, e vice-versa, regra geral não tem problemas em adaptar-se a este ecrã.



Teclado



Parte do grande sucesso dos Palm Treo, e também dos Blackberries, deve-se ao teclado integrado. Se há quem prefira outras soluções, como os teclados deslizantes da HTC, ou que até abdique dele de bom grado, o teclado do Palm encontra-se entre os melhores e mais fáceis de utilizar.



Imagem Postada



Mesmo contando com botões bastante pequenos e muito juntos, é mais simples do que parece escrever com rapidez neste teclado. Em todo o caso é recomendável a utilização dos dois polegares já que a amplitude de movimento necessária quando se usa apenas um dedo torna o processo cansativo.



Botões de navegação



Logo na introdução, que é feita quando o equipamento é ligado pela primeira vez, a Palm é perfeitamente explícita: ‘O Palm Treo foi criado para permitir que todas as tarefas sejam realizadas usando apenas os dedos. Por isso, pouse a caneta.’.



Imagem Postada



O teclado e, em especial o conjunto de botões que se encontram entre este e o ecrã, permitem de facto aceder a (quase) todas as funcionalidades tornando o ecrã táctil num elemento decorativo.

Como é que a Palm conseguiu tal feito usando apenas o D-PAD e seis botões, dois dos quais são exclusivos das soft-keys ? O segredo é o software específico da marca que permitiu levar a usabilidade do Windows Mobile para outro nível.



Os diversos módulos introduzidos pela Palm, como o magnífico plug-in para o ecrã Hoje ou a atribuição de diversas funções às soft-keys, tal como acontece com os vulgares telemóveis, tornam a utilização deste terminal simples, prática e intuitiva.

Depois de usar um Palm Treo durante algum tempo será bastante difícil voltar a encarar um terminal Windows Mobile vulgar com a mesma naturalidade, já que todas as funcionalidades que tornam este equipamento um caso único não existem lá.



Quem já trocou um terminal com ecrã VGA por um QVGA sabe perfeitamente o que isto significa. Depois de se habituar a um certo tipo de comodidade é difícil voltar atrás e aceitar um outro terminal onde ela não existe.



Câmara fotográfica



Apesar de ser um terminal 3G, a Palm optou por não equipar este dispositivo com uma câmara fotográfica frontal necessária à realização de vídeochamadas.

Face ao reduzido interesse que tipo de funcionalidade desperta entre os utilizadores, a decisão pode até ter sido acertada mas a ausência da segunda câmara impede que o Palm seja identificado de imediato como um terminal actual (3G / 3G+).



Imagem Postada



A câmara fotográfica não dispõe de flash ou auto-focus, algo já comum entre outros equipamentos, estando acompanhada do inevitável espelho para tirar auto-retratos.



O principal problema da câmara é não pode ser actuada usando um dos botões laterais sendo obrigatório premir o botão central do D-PAD para actuar o obturador.

Uma vez que se encontra equipado com um ecrã quadrado, é indiferente se usa o Palm na vertical ou na horizontal (os equipamentos QVGA são usados horizontalmente para um melhor aproveitamento do ecrã) o que de facto torna o botão central do D-PAD na melhor solução para tirar fotografias.



As fotos têm uma qualidade aceitável, tendo em conta que estamos em presença de um sensor de 1,3 MPixels, sendo as realizadas a curta distância do objecto o seu ‘calcanhar de aquiles’.

Serve para guardar recordações de alguns momentos, de preferência no exterior e com boa iluminação, e para pouco mais.



Som



A qualidade sonora não é uma das virtudes normalmente evocadas pelos terminais Windows Mobile. Ao ser controlado pelo sistema operativo, o módulo de som encontra-se vulnerável e acaba por ser afectado por problemas com origem em outros campos.



Também aqui é possível encontrar o ‘dedo’ da Palm, com o Treo 750 a figurar entre os terminais com melhor qualidade sonora. O som é cristalino e suficientemente amplificado para que possa escutar o interlocutor mesmo em ambientes com muito ruído.



Imagem Postada



O altifalante colocada na parte posterior do equipamento é usado para as conversas em mãos-livres, tendo alguma tendência para distorcer os graves quando o volume de som se encontra no máximo. Basta baixar um pouco o som para que passe a ouvir claramente tudo o que lhe dizem do outro lado.

Quanto ao altifalante normalmente usado durante as chamadas (o que se encontra por cima do ecrã), também oferece uma qualidade soberba sendo mesmo possível usá-lo para chamadas em modo mãos-livres caso esteja num sítio com pouco ruído.



Ambos os altifalantes podem ser desligados, para notificação de avisos, alarmes ou de chamadas, actuando o interruptor que se situa no topo do terminal.

Uma vez ‘desligado’ o som – que corresponde ao perfil ‘Silencioso’ – o Palm comunica com o utilizador vibrando sempre que há algumas questão que requer a sua atenção.



Este interruptor actua mesmo sobre o Windows Media Player, silenciando o altifalante posterior. A reprodução de trechos musicais é um pouco prejudicada pela dificuldade que este altifalante tem em suportar as frequências mais graves sem distorcer o som.

Mais uma vez a solução passa por reduzir o volume de som, o que resulta numa reprodução mais fiel e menos distorcida.



Botões e conectores



Um outro ponto que poderá não agradar à maioria dos utilizadores é o facto da Palm ter optado por dotar este equipamento de um conector proprietário.

Numa altura em que grande parte dos terminais Windows Mobile já conta com um conector mini-USB, o que facilita a substituição dos cabos de sincronização e das unidades de alimentação, o Treo mantém-se fiel ao princípio à muito iniciado pela marca.

Esta opção beneficia aqueles que já são clientes da marca, que assim poderão aproveitar eventuais acessórios que já têm, mas deixa para segundo plano todos os restantes.



Imagem Postada



Os diversos botões que rodeiam o equipamento são os esperados: dois para reduzir ou aumentar o volume e um ao lado destes que pode ser usado para lançar uma qualquer aplicação (de base está associado ao Windows Media Player).

Há ainda de destacar a presença de um porta de comunicação por infra-vermelhos, algo cada vez mais raro entre esta gama de terminais, o já referido interruptor para colocar o terminal em modo silencioso, o slot de expansão de formato miniSD e a tomada para o auricular.



Bateria



De pouco serve um terminal extremamente potente e completo se a bateria que o acompanha é incapaz de lhe garantir pelo menos um dia completo de autonomia.



Imagem Postada



A bateria que equipa o Palm Treo – de 1200 mAh – mesmo não sendo um fenómeno de armazenamento de energia encontra-se enquadrada dentro do que é habitual encontrar no mercado.

Existe uma bateria opcional, com 1600 mAh, caso ache que não consegue viver com as 7 horas de utilização contínua que esta suporta.



É evidente, à imagem do que acontece com outros terminais 3G, caso se encontre numa zona onde a cobertura UMTS é deficiente, é natural que a autonomia fique mais reduzido devido ao trabalho extra que o terminal tem a alternar constantemente de banda.

Como a conectividade WiFi não é suportada – uma das funcionalidades mais penalizadoras em termos de consumo – só tem mesmo que se preocupar em carregar o terminal uma vez por dia, ou dia sim, dia não, caso não lhe dê uma utilização intensiva.



Qualidade de construção



A Palm não deixa este assunto por mão alheias. A qualidade de fabrico, montagem e os pormenores inseridos são os esperados num terminal premium.



http://www.pcdebolso...tes/treo-14.jpg



As tampas encaixam perfeitamente, o teclado tem um bom toque e um feedback ajustado, o ecrã é suficientemente brilhante para poder ser usado no exterior e todo o terminal oferece um toque suave e aveludado.



Somente as inserções laterais, em plástico a imitar o alumínio escovado, transmitem uma sensação de pouca durabilidade. Nada que se tenha confirmado durante a duração deste teste (cerca de um mês), mas não deixam de transmitir a ideia que não se encontram à altura do resto dos acabamentos.



Tirando isso, tudo o resto é sólido, está firmemente encaixado, e foi pensado e concebido para ser durável e robusto.



Face a outros modelos



Hoje em dia começa a ser comum existirem terminais com um teclado integral incorporado, embora a maioria dos fabricantes de PocketPCs prefira optar por uma solução deslizante e não permanente.

É o caso do HTC P4350, o que lhe permite manter um ecrã de dimensões convencionais e ser ligeiramente mais pequeno que o Palm.



http://www.pcdebolso...tes/treo-12.jpg



Mas se levarmos em conta somente o conjunto de especificações técnicas globais, o terminal que mais se aproxima do Palm Treo é o velhinho HP iPAQ hw6515.

Ambos têm ecrã quadrado, um teclado integral por baixo dele, um conjunto de botões laterais semelhantes e o Palm responde com suporte para redes 3G ao GPS do HP.



http://www.pcdebolso...tes/treo-13.jpg



Mas na realidade são dois terminais completamente diferentes separados por quase dois anos de distância, o que em termos tecnológico é imenso, e por filosofias distintas na abordagem ao mercado.



A falta de um terminal idêntico ou semelhante (os Fujitsu-Siemens T830 e o HP iPAQ hw6915 são os que mais se aproximam), o Palm Treo 750 acaba por ser um dispositivo único, próprio de quem procura algo que o diferencie do resto dos utilizadores deste género de equipamentos.

E ainda falta ver as surpresas que a Palm nos reservou em termos de software



Palm Innovations



É desta forma que a Palm caracteriza o conjunto de alterações que introduziu neste terminal, complementando as funcionalidades do Windows Mobile e aproximando-o, em termos de experiência de utilização, de um telemóvel vulgar.



Ache-se um termo demasiado pomposo, ou não, a verdade é que estamos perante a melhor versão do Windows Mobile até agora lançada no mercado. Algumas das funcionalidades são tão práticas e bem implementadas que quase dá vontade perguntar: - ‘Porque é que a Microsoft não se lembrou disto ?’.



Para escalpelizarmos com maior profundidade estas funcionalidades, e de forma a não tornar esta análise longa e maçadora, o que o Windows Mobile 5 tem para oferecer de base não será aqui tratado.

Se ainda não teve contacto com este tipo de sistema operativo (por ser um utilizador tradicional da Palm, por exemplo) sugerimos que dê uma vista de olhos a outras análise, como ao HTC P3600 ou ao HP rw6815, onde esta vertente é amplamente avaliada e descrita.



Primeiro é um telefone …



Existem dois pontos que a Palm esclarece logo de início, seja na demonstração interactiva do equipamento, no manual ou no próprio website:

1. O Palm Treo 750 é, antes de tudo, um telemóvel

2. Foi criado para ser usado com os dedosm por isso guarde a caneta.



http://www.pcdebolso...tes/treo-15.jpg



A forma como foi conciliado o hardware com o software é o que marca a diferença para os outros terminais Windows Mobile.

Há um plug-in para o ecrã Hoje que é totalmente dinâmico, crescendo e encolhendo em função do que vai passando no terminal, tal como os botões que se situam entre o ecrã e o teclado QWERTY, cuja funcionalidade não é estática.



Tudo foi pensado e implementado para que o Treo seja o terminal Windows Mobile mais simples de utilizar, enquanto telemóvel, mas sem que isso implique abdicar daquilo que o sistema operativo oferece de base.



Efectuar chamadas



Bem, tratando-se de um telemóvel é natural que uma boa parte da sua função seja efectuar e receber chamadas.

A Palm dotou este equipamento de uma série de pequenos detalhes que facilitam a realização de chamadas.



http://www.pcdebolso...tes/treo-16.jpg



Premindo o botão verde, aquele que serve para iniciar ou aceitar chamadas, é apresentado uma lista com as pessoas para quem ligou recentemente.

A lista não se limita a mostrar-lhe o telefone usado, dando-lhe mesmo a possibilidade de escolher um outro associado ao contacto.

Em alternativa pode usar o Dial Pad, um teclado com botões muito generosos, ou recorrer à lista de chamadas, onde figuram as efectuadas, as recebidas e as perdidas.



http://www.pcdebolso...tes/treo-17.jpg



Se não quer usar esta lista, ou não sabe se o destinatário em questão se encontra nela, pode começar logo a escrever o nome, ou número, no ecrã Hoje.

O plug-in vai filtrando a lista de contactos levando em conta que a correspondência tanto pode ser efectuada pelo nome ou pelos dígitos equivalentes.



A partir do momento em que é escolhido o contacto para quem pretende ligar, o plug-in assume outra forma, dando-lhe informação sobre a chamada e com quem está / irá falar.



Por vezes irá acontecer-lhe receber o número de uma outra pessoa por e-mail, por SMS, no interior de um documento Word ou mesmo encontrá-lo numa página Internet. Já não é necessário apontá-lo algures para depois recorrer ao módulo de chamadas.

Basta seleccioná-lo, copiá-lo e premir o botão de efectuar chamadas. Se o número não constar da sua agenda terá a oportunidade, uma vez terminada a chamada, de criar um novo contacto.



Recepção de chamadas



Neste ponto não se pode afirmar que existam grande falhas na versão base do Windows Mobile, mas isso também não significa que não havia espaço para a Palm melhorá-lo.



Para além das fotos e toques personalizados atribuídos a cada contacto, a Palm permite que associe um Vídeo RingTone, tornando a identificação do chamador mais agradável.



http://www.pcdebolso...tes/treo-19.jpg



Caso não lhe seja possível atender a chamada de imediato e queira avisar o seu interlocutor, pode rejeitar a chamada e enviar um SMS explicando porque não pode falar nesse momento.

A aplicação de Messaging própria da Palm e um conjunto de mensagens pré-preparadas auxiliam a enviar essa mensagem em dois ou três passos (ou cliques).



Novos contactos



Uma vez terminada a chamada pode querer guardar o número de quem lhe ligou caso este ainda não figure na sua agenda telefónica.



http://www.pcdebolso...tes/treo-20.jpg



Pode optar por criar um contacto novo ou então copiar o número e colá-lo num dos campos de um já existente.

Isto também pode ser efectuado à posteri a partir da lista de chamadas.



Speed Dial



Outra das funcionalidades do plug-in do ecrã Hoje é a possibilidade de alojar diversos número para contacto rápido representados por um texto ou por uma foto.



http://www.pcdebolso...tes/treo-21.jpg



Existem duas listas distintas, a relativa às fotos e outra para os botões de texto. A primeira opção só estará disponível caso opte por um dos contactos armazenados na agenda e este tenha uma foto associada.

Cada elemento das listas pode estar associado a uma tecla, e o Palm tem muitas já que dispõe de um teclado QWERTY, para facilitar também a ligação sem ser necessário recorrer ao ecrã.



Voice Mail



O único botão de speed dial que vem previamente configurado é o que dá acesso ao Voice Mail.

Neste caso, mas também nos restantes elementos da lista de speed dial, é possível levar a configuração e automatização um pouco mais longe.



http://www.pcdebolso...tes/treo-22.jpg



É possível indicar o código a marcar automaticamente logo que o atendedor de chamadas atender (podem ser usadas virgulas para introduzir pausas) e indicar que tecla corresponde a cada uma das funções (repetir chamada, apagar mensagem, guardar, passar à seguinte, etc).

Uma vez estabelecida a chamada para o serviço de Voice Mail, ou para casa para o atendedor de chamadas, poderá usar as teclas do cursor para gerir as mensagens recebidas.



Chamadas perdidas



Como nem todas as pessoas deixam uma mensagem no Voice Mail, por isso terá que se guiar, muitas vezes, pela lista de chamadas perdidas.



http://www.pcdebolso...tes/treo-23.jpg



Existindo chamadas perdidas, a Soft Key esquerda passa a assumir uma função dupla dando acesso à função nativa (E-mail) ou à lista de chamadas que não foram atendidas.

Para uma visão mais completa, que engloba as chamadas efectuadas, as atendidas e as perdidas (que lhe pode informar se já falou com a pessoa em questão após a chamada perdida) pode recorrer à lista nativa do Windows Mobile.



Key Guard



O Palm conta com um sistema próprio para evitar que o dispositivo se ligue acidentalmente, o que não só impede que se gaste prematuramente a bateria do equipamento, como também evita que sejam lançadas aplicações ou efectuadas chamadas sem que o utilizador assim o pretenda.

É perfeitamente possível andar descontraído com o Treo no bolso das calças sabendo que ele se irá manter ‘adormecido’ até que necessite dele.



http://www.pcdebolso...tes/treo-18.jpg



Para tal há que contar como o Key Guard, mais uma funcionalidade exclusiva deste terminal, que ignora todas as pressões de botões ou no teclado.

Esta protecção pode ser activada manualmente ou automaticamente sempre que o dispositivo entra em ‘hibernação’.



O Key Guard pode também intervir durante as chamadas, desligando o ecrã táctil, para que não prima qualquer elemento quando encostar o terminal à orelha.

Esta inibição só afecta o ecrã Hoje, mas permite que use o botão Windows para aceder ao menu Iniciar e lançar qualquer aplicação.

Uma vez activa uma outra aplicação, o ecrã volta a responder aos toques, pelo menos até que regresse ao ecrã Hoje.



Messaging



Uma das maiores queixas relativamente ao Windows Mobile é a forma pouco natural como as mensagens de texto e multimédia estão integradas no sistema operativo.

A junção deste género de mensagens com as típicas de um computador, vulgo e-mail, pode ser óptimo em algumas circunstâncias já que centraliza a informação num único local, mas baralha o utilizador que acabou de transitar para o sistema operativo da Microsoft a partir de um telemóvel vulgar.



Mensagens de texto (SMS)



A Palm, ciente de que é fundamental manter o acesso simples às mensagens de texto e multimédia, aquelas que são próprias de um telemóvel, acrescentou não só uma aplicação dedicada como também um outro plug-in para o ecrã Hoje.



http://www.pcdebolso...tes/treo-24.jpg



Ao contrário do plug-in nativo do Windows Mobile que parece ignorar as mensagens de texto (SMS) recebidas, o que foi acrescentado pela Palm faz um óptimo trabalho chegando a distinguir entre os tipos de mensagens recebidos.

Um clique sobre este plug-in envia-nos para a aplicação específica da Palm que oferece todas as funcionalidades que são normalmente encontradas nos telemóveis ‘normais’.





http://www.pcdebolso...tes/treo-25.jpg



O envio de novas mensagens de texto (SMS) foi simplificado ao máximo, contando com um módulo próprio que retira alguma da complexibilidade própria do Windows Mobile.

A escolha do destinatário, caso não tenha sido feita anteriormente, conta com a mesma tecnologia usada no ecrã Hoje para realizar chamadas, o texto pode ser escolhido entre as frases pré-preparadas, é possível acrescentar emoticons e até vCards.



Cartões de visita digitais



Os cartões de visita digitais, vulgo vCard, são uma forma prática de passar informação sobre um contacto a outra pessoa … e também não são suportados nativamente pelo Windows Mobile.



http://www.pcdebolso...tes/treo-26.jpg



A partir do módulo de SMS do Treo é possível adicionar um vCard a uma mensagem. O sistema avisa que a adição deste tipo de elemento poderá implicar custos superiores aos esperados, já que a mensagem terá o formato MMS e não SMS.

Caso aceite, e após escolher um contacto da Agenda, a aplicação assume o formato MMS permitindo-lhe acrescentar outros elementos como fotos, texto ou sons.



Mensagens multimédia



O mesmo módulo permite a criação de mensagens de texto puro (SMS) e multimédia (MMS), adaptando o conjunto de elementos apresentados no ecrã ao formato escolhido.



http://www.pcdebolso...tes/treo-27.jpg



Para além de poder incluir o habitual texto, cuja digitação continua a contar com o apoio do dicionário do próprio Windows Mobile, de imagens e sons, é possível ainda criar um Slide Show composto por diversos elementos que serão apresentados em sucessão.

Para ter a certeza que a mensagem terá o impacto pretendido, é possível visualizar o resultado final (preview message) antes de a enviar.

Tal como acontece com as mensagens de texto, também aqui pode pedir para receber um comprovativo (recibo) de que a mensagem chegou ao seu destino e outro indicando que foi lida pelo destinatário.



http://www.pcdebolso...tes/treo-29.jpg



O Palm Treo deixa-o decidir se pretende que as mensagens recebidas sejam apresentadas automaticamente ou somente a seu pedido.

Neste último caso nem o início do texto associado à mensagem é apresentado na lista correspondente.



As imagens recebidas via MMS, tal como os toques ou outros ficheiros, pode ser gravado na memória interna do dispositivo ou num cartão de armazenamento.





Mensagens em cadeia(Threaded messages)



A criação de uma conversação usando mensagens de texto é outra das novidades do Treo, que consegue agregar os SMSs trocados com o mesmo interlocutor num dado espaço de tempo.



http://www.pcdebolso...tes/treo-28.jpg



O processo é iniciado respondendo a uma mensagem definida, desenrolando-se a partir desse momento de uma forma automática.

Se esta for uma funcionalidade que não lhe agrada, pode sempre optar por não a usar ou activar o modo de privacidade que evita que o texto desnecessário seja enviado à pessoa incorrecta.



Extras



A presença de elementos personalizados pela Palm é abrangente podendo ser detectada um pouco por toda a parte.

Ao plug-in principal, aquele que auxilia na gestão e realização de chamadas telefónicas, foram acrescentados outros dois com finalidades bem distintas.



http://www.pcdebolso...tes/treo-31.jpg



Com cada vez mais informação centralizada na Internet, e aproveitando as velozes redes móveis 3.5 G integradas no Palm Treo, a localização e obtenção de dados actualizados passa inevitavelmente pelos motores de busca on-line.

Mesmo a partir do próprio ecrã Hoje é possível indicar o que procura e deixar o Palm escolher um motor de busca, efectuar a pesquisa e entregar-lhe o resultado devidamente formatado.



O outro Plug-in possibilita a apresentação de fotos no ecrã hoje sem que estas fiquem total ou parcialmente tapadas por outro tipo de informação (como acontece com o fundo do tema escolhido).



Sons



Outro dos pontos que causam bastante confusão a quem experimenta pela primeira vez um terminal Windows Mobile é a forma como se faz a escolha do som de toque do telemóvel.



http://www.pcdebolso...tes/treo-33.jpg



Para além de incluir de base imensos sons em formato MIDI, e de o Palm ser capaz de os reproduzir fielmente ao contrário da generalidade dos terminais Windows Mobile, há ainda uma aplicação que permite gerir os sons associados a cada tipo de ocorrência, dotar o botão de Mute localizado no topo do terminal de outro tipo de funcionalidade, ou mesmo gravar no momento o ‘seu toque’.

Não é tão prático como o método introduzido pela Microsoft no Windows Mobile 6, mas encontra-se seguramente muito à frente do que a versão 5 do sistema operativo tem para oferecer.



Outras personalizações e opções …



Já foi anteriormente referido que a Palm permite que o terminal bloqueie os botões e ecrã automaticamente de cada vez que entra em modo de poupança de energia.

É também possível indicar que o ecrã Hoje deve ignorar qualquer tipo de toque enquanto está a decorrer uma chamada, desta forma evita que sejam lançadas aplicações quando encosta o terminal ao ouvido.



http://www.pcdebolso...tes/treo-34.jpg



A forma como o terminal deve reagir quando colocado num suporte de automóvel próprio que liga o Treo a um sistema mãos-livres ou o acesso à funções de personalização a partir do ecrã Hoje usando apenas os botões centrais do equipamento são outras das alterações introduzidas pela Palm.



Aplicações



Para além das aplicações base do Windows Mobile, que oferece uma suite de produtividade e entretenimento completa, a Palm decidiu acrescentar alguns módulos próprios.



http://www.pcdebolso...tes/treo-30.jpg



O sistema de ajuda, que explica como funciona o Treo e como pode realizar todo o tipo de tarefas e acções usando apenas os botões centrais do terminal, é um dos elementos fundamentais para um bom aproveitamento do dispositivo.

Há diversas secções onde é explicado como funciona o próprio Windows Mobile, dirigidas certamente aos que vêm de terminais equipados com o PalmOS, e onde são evidenciadas as diferenças introduzidas pela Palm.



Ao fim de alguns minutos é possível descobrir uma nova forma de lidar com o dispositivo e que torna o recurso à caneta (stylus) um gesto desnecessário. É certo que quem está habituado ao Windows Mobile terá como primeiro impulso retirar a caneta e actuar sobre o ecrã, mas após algum tempo de utilização esta acabará por ficar esquecida na parte de trás do equipamento.





Visualização de PDFs



O formato criado pela Adobe para servir de plataforma comum a todo o tipo de sistemas computacionais para intercâmbio de documentos não é suportado nativamente pelo Windows Mobile nem tão pouco (era) pela empresa que o criou.



http://www.pcdebolso...tes/treo-32.jpg



Por isso a Palm recorreu ao Picsel Viewer que oferece um conjunto de funções razoáveis para consultar documentos recebidos em formato PDF.

Não sendo tão completo como a versão para Windows Mobile entretanto criada pela própria Adobe, é uma aplicação competente e cumpre ser grandes problemas a sua função.

Na altura em que o Palm Treo foi apresentado era o melhor que existia neste campo; hoje em dia é apenas satisfatório, mas não desilude.



O CD que acompanha este equipamento contém mais algumas aplicações e utilitários, alguns dos quais em versão de demonstração apenas.



Utilização do teclado



O teclado integrado é uma das ‘armas’ deste equipamento que se demonstra muito prático e útil quando chega a hora de digitar longos trechos de texto.



http://www.pcdebolso...tes/treo-35.jpg



A forma como se consegue colocar tantos caracteres e funções em apenas 35 teclas (lembre-se que um teclado de um computador de secretária tem 102 teclas) é algo que requer algum engenho.

Não só o espaço é limitado, mas a forma como o utilizador acede ás teclas secundárias (maiúsculas) e alternativas (símbolos ortográficos) tem que ser fácil de atingir e, acima de tudo, prática para não retardar o processo de escrita.



Há dois botões que permitem comutar o estado do teclado, fazendo que a pressão de uma tecla dê origem a outro caracter ou símbolo. Nada de novo aqui, uma vez que a maioria dos teclado integrados neste género de dispositivo já o faz.

O que é verdadeiramente novo é a forma como a Palm comunica ao utilizador que tem uma destas teclas activas, de uma forma temporária (afecta apenas a próxima tecla premida) ou permanente (até voltar a premir essa tecla).



A HTC optou por colocar dois indicadores luminosos no teclado do HTC P4350, que ajudam a identificar que transformação irá sofrer a próxima tecla premida, mas não informa se é temporária ou permanente.



http://www.pcdebolso...tes/treo-36.jpg



A Palm optou por outro caminho, actuando em termos de software e apresentando um indicador na barra de baixo do ecrã, mesmo ao lado do símbolo do teclado.

Os caracteres acentuados são obtidos premindo a tecla Alt que faz aparecer no ecrã uma lista com todos os caracteres não representados no teclado (e alguns que já lá estão). Basta então escolher a base do carácter (a,e,i,o,u,c,…) e depois, repetindo-a ou usando as teclas do cursor, qual das variantes é pretendida.



Especificações técnicas



O Palm Treo é um equipamento que, do ponto de vista técnico, alinha com o que normalmente é possível encontrar no mercado Windows Mobile.

Destaca-se pela positiva por suportar redes 3G / 3.5G, sendo uma das poucas alternativas ao equipamentos da HTC nesta altura, e pela negativa por não incorporar a conectividade WiFi.

    [*]Sistema operativo: Windows Mobile 5(1)

    [*]Processador: Samsung a 300 Mhz

    [*]Memória: 128 Mbytes de ROM + 64 Mbytes de RAM

    [*]Ecrã: quadrado (240x240 pixels) de 2,4 polegadas

    [*]Comunicações: GSM/GPRS/EDGE Quadband e UMTS/HSDPA TriBand

    [*]Conectividade: Bluetooth 1.2 e por Infravermelhos

    [*]Câmara fotográfica: 1,3 MPixels

    [*]Teclado: QWERTY

    [*]Slot de expansão: miniSD

    [*]Bateria: 1200 mAh

    [*]Preço: € 649,00
    [/list]-------------------------

    (1) Está previsto o lançamento de uma actualização gratuita para o Windows Mobile 6 Professional.



    De destacar que no modelo cedido as comunicações HSDPA foram activadas, factor que não é comum a todos os Palm Treo 750, em especial os primeiros que foram lançados no mercado.

    Esta activação é efectuada inteiramente por software, o que significa que aqueles só suportam redes 3G podem vir desfrutar também do acesso à Internet móvel em banda larga.



    O Palm Treo pode ser adquirido nas lojas FNAC, MediaMark ou Auchan por € 649,00.



    Desempenho



    O processador Samsung a 300 MHz não tem sido um dos mais escolhidos entre os fabricantes de terminais, o que se justifica por a mesma versão poder funcionar também a 400 Mhz quando alimentado por uma corrente mais alta.

    Este ganho de desempenho de 100 Mhz traduz-se também em consumos mais altos, mesmo quando o equipamento está a funcionar a meio-vapor.



    O comparativo realizado, que engloba um terminal com um processador Samsung a 400 Mhz (HTC TyTN), um com um Intel XScale (Fujitsu-Siemens Loox T830) e um Texas Instruments OMAP (HTC P4350) pretende ilustrar as verdadeiras diferenças entre as diversas soluções, que na maioria das vezes são bem diferentes do que as frequências de cada processador deixaria supor.



    http://www.pcdebolso...tes/treo-37.jpg



    Quando levadas em conta todas as características do dispositivo, o Palm Treo apenas fica aquém do HTC TyTN que conta com um processador a 400 MHz. Porém, apesar deste processador ser 33% mais rápido, o terminal da HTC apenas apresenta um ganho de 4% relativamente ao terminal testado, o que significa que a Palm preferiu dedicar a sua atenção a melhorar a resposta do sistema enquanto um todo, em vez de escolher a via mais simples.





    http://www.pcdebolso...tes/treo-38.jpg



    Levando em consideração apenas a capacidade de cada um dos processadores lidar com a carga que o utilizador lhe coloca, fica clara a desvantagem do Palm face aos outros equipamentos. Mas este cenário só é colocado em situações de carga máxima, em que o processador funciona a 100%, quando na realidade a maioria do tempo o dispositivo apenas aproveita parte destes recursos.





    http://www.pcdebolso...tes/treo-39.jpg



    No acesso à memória o Treo volta a ser ultrapassado apenas pelo HTC TyTN. A diferença entre ambos, e para os restantes, advém da forma como a Samsung colocou no mercado os seus processadores.

    Os fabricantes não têm acesso aos processadores apenas, já que estes são vendidos em packages que incorporam também a memória RAM e a memória ROM. A vantagem deste tipo de solução, para além de simplificar a concepção e montagem do equipamento, é que o acesso à memória nestes casos se encontra bastante optimizada, sendo apenas afectada pela velocidade do processador em si.



    A diferença para o HTC TyTN resulta da utilização de uma corrente eléctrica mais baixa para o processador, e em consequência para os blocos de memória, e não de uma menor capacidade do Treo.





    http://www.pcdebolso...tes/treo-40.jpg



    Quando se fala em capacidade de processamento gráfico o processador da Texas Instruments encontra-se nas suas ‘sete quintas’. Ao incorporar um co-processador gráfico para funções 2D, o TI OMAP destaca-se da concorrência por uma margem avassaladora.

    Em todo o caso, esta vantagem é insuficiente para inverter a tendência geral do HTC P4350 que é globalmente o mais lento do lote.





    Mesmo assim, terá que levar em conta que estes números traduzem o desempenho dos equipamentos em situações que podem não corresponder a um cenário de utilização real.

    Em certos casos é possível detectar ligeiras diferenças no tempo de resposta do equipamento, como quando é lançada uma aplicação ou a rapidez com que este redesenha o ecrã quando, por exemplo, arrasta uma imagem, mas na generalidade todos eles apresentam um comportamento muito uniforme.



    Comunicações



    Sendo uma das poucas alternativas aos terminais 3G da HTC, o Palm Treo tem a responsabilidade de mostrar que há outros fabricantes empenhados no lançamento de plataformas móveis com acesso à Internet em banda larga.



    http://www.pcdebolso...tes/treo-41.gif



    Usando um cartão Data Only, isto é, sem suporte para chamadas de voz, foi possível atingir valores bem interessantes, semelhantes aos conseguidos com os terminais HTC (embora estes tenham sido testados numa outra altura).

    Por incapacidade de dispormos do material necessário e da informação correspondente não foi possível verificar se o Palm Treo 750 suporta as redes de 3,6 mbps e qual o seu desempenho.



    Conclusões



    O rótulo ‘primeiro é um telefone’ que a Palm adoptou para justificar as opções escolhidas, assenta como uma luva ao Treo 750.

    Nunca o Windows Mobile esteve tão completo, nem existe outro equipamento planeado e construído para ser usado como um vulgar telemóvel.



    Sem se destacar por dispor desta ou daquela característica técnica, o Palm Treo tem o seu ponto mais forte a integração dos diversos componentes e na ‘volta’ que foi dada ao sistema operativo de forma a tornar certas funções mais convencionais.



    Algumas das soluções integradas neste modelo surpreendem pela sua simplicidade e pela vantagem que apresentam para o utilizador, o que nos leva a questionar porque razão a Microsoft não pensou nelas e não as integrou no próprio Windows Mobile.

    Certamente que não será o mesmo conceber e criar um sistema operativo partindo de uma base computacional e desenvolver um terminal nele baseado e que funcione como é esperado num telemóvel.

    Neste ponto fala mais alto a experiência da Palm no fabrico deste género de dispositivos e não é possível deixar de compreender a razão do sucesso que equipamentos como este, ou como o Blackberry, têm alcançado entre os utilizadores.



    E agora as lacunas …



    Nenhum equipamento está isento de falhas ou lacunas, principalmente quando é comparado com a concorrência.

    A maior falha, se assim se pode chamar, que se pode apontar a este equipamento é a ausência de conectividade WiFi. A penetração desta tecnologia no continente americano só agora começa a descolar mas a verdade é que na Europa já é uma realidade forte, presente e bem implantada.



    Mas o ‘rótulo’ atribuído a este terminal volta-nos à mente - primeiro é um telefone - e na prática existe apenas uma mão cheia de telemóveis com WiFi fora do segmento Windows Mobile.

    Mas não é só com os restantes terminais Windows Mobile que o Palm Treo 750 vai disputar o mercado. Também as séries N e E da Nokia são potenciais alvos, já que este modelo oferece quase todas as funcionalidades que tornam os equipamentos finlandeses mais atraentes para um certo tipo de utilizador.



    Windows Mobile 6



    A tão prometida actualização para o Windows Mobile 6 já não deverá tardar muito, o que elevará ainda mais a fasquia, tornando o Treo ainda mais completo.

    Entre as novidades, e esquecendo aquilo que o próprio sistema operativo tem para oferecer, há a possibilidade de carregar o terminal usando o cabo de sincronização USB, o suporte para o Voice Command via Bluetooth, comunicações HSDPA activadas e acesso a Active Calls entre outras coisas.



    Conclusão



    Se procura um PhonePDA e não um PDAPhone, então o Palm Treo 750 é a melhor proposta dentro do segmento Windows Mobile.

    Caso a conectividade WiFi seja fundamental, pode sempre optar por um cartão miniSD, mas isso implica que terá que abdicar, ainda que temporariamente, de um cartão de memória.



    Para nós, é tempo de passar para o próximo equipamento, mas não somos capazes de evitar pensar como serão os próximos dias e como se irá processar a habituação a um equipamento Windows Mobile ‘normal’.



    A favor …

      [*]Funciona como um verdadeiro telemóvel,

      [*]Suporta redes 3,5G,
      [/list]Contra …

        [*]Ausência de conectividade WiFi,

        [*]Tem que ser devolvido …
        [/list]http://www.pcdebolso.com/imgTestes/htcp3600-30.gif





        Font: Pcdebolso