Ir para conteúdo



Foto

Introdução aos MP3, MP4, MP5 e iPods...


  • Por favor, faça o login para responder
Não há respostas para este tópico

#1

motoko11

    Membro Platinum PluS

  • Membro Prime
  • PipPipPipPipPipPipPip
  • 5.542 posts

Postado 17 Dez 2009 - 21:50



Quem inventou praticamente os reprodutores de mídia portáteis e individuais não foi a Apple, mas a Sony (pelo menos os primeiros a realmente fazerem sucesso). A Sony tornou a experiencia em audição sonora individual e vendeu milhões de walkmen quando o tio Jobs estava coberto de dividas e quase numa garagem...

Alguns dizem que na década de setenta, o então presidente (e depois lendário ...) Akio Morita solicitou desenvolvimento do aparelho a Kozo Ohsone...alguns dizem que foi o presidente honorário da Sony, Masaru Ibuka, quem fez a solicitação.

No inicio de julhor de 1979 as vendas se iniciaram e os Walkmen mudaram a maneira de se ouvir música no mundo.

Na época já existiam players portáteis com poder de gravação...mas eram caros e privilégio de jornalistas...e reproduziam “mono”. Os Walkman eram baratos, menores e reproduziam em stereo.

A midia inicial foi a popular K7...fitas em rolo duplo presas numa caixa plástica...

Alguns tocadores com o tempo adquiriram um radio, mais comumente FM, e a experiencia ficou mais completa ainda.

A mídia evolui dos K7 para os CDs, dos CDs para os minidiscs e desses para os arquivos em MP3.

MP3 é um formato eletrônico que permite ouvir músicas em computadores, com ótima qualidade. Assim como o aconteceu com o LP, o K7 e o CD, o MP3 vem se fortalecendo como um popular meio de distribuição de canções. Mas porquê? A questão chave para entender todo o sucesso do MP3 se baseia no fato de que, antes dele ser desenvolvido, uma música no computador era armazenada no formato WAV, que é o formato padrão para arquivo de som em PCs, chegando a ocupar dezenas de megabytes em disco. Na média, um minuto de música corresponde a 10 MB para uma gravação de som de 16 bits estéreo com 44.1 KHz, o que resulta numa grande complicação a distribuição de músicas por computadores, principalmente pela internet. Com o surgimento do MP3 essa história mudou, pois o formato permite armazenar músicas no computador sem ocupar muito espaço e sem tirar a qualidade sonora das canções. Geralmente, 1 minuto de música, corresponde a cerca de 1 MB em MP3.

O mp3 criou a necessidade de um tocador para esse formato e com a evolução tecnológica exponencial a necessidade de um formato de vídeos mais compacto também surgiu...o mais popular deles foi o mp4...



Mp4 refere-se especificamente a MPEG-4 Part 14. Um padrão de container de áudio e vídeo que é parte da especificação MPEG-4. A extensão oficial do nome do arquivo é .mp4, por isso é comum vermos o formato ser chamado assim.

É similar ao popular AVI, mas traz algumas vantagens: Suporte nativo a legendas embutidas (AVI também pode ter, mas só através de hacks como o usado no DivX6), a famosa função lirics...; Melhor suporte ao padrão de codificação de vídeo H.264, também conhecido como MPEG4 AVC. Estando codificado, um arquivo MP4 pode ter sido criado com diversos tipos de codec diferentes, incluindo DivX e XviD. Porém como DivX e XviD são relativamente bem atendidos pelo arquivo codificado AVI (que é muito mais popular), é mais comum você encontrar um MP4 que seja constituído por streams criados por codecs incomuns. (wikpedia).

Esses arquivos digitais e suas variações acabaram por provocar o surgimento da segunda marca ícone em termos de musica portátil: o IPOD.

O IPOD foi a segunda invenção seminal do fundador da Apple, o tio Jobs (a primeira foi a popularização dos computadores de uso pessoal e a terceira foi o iphone).

O IPOD evolui de um player de musica digital para uma central multimídia com capacidade de telefone (iphone).

Os chineses e seus revendedores de players multimídias acabaram por criar a revelia da ciência os termos mp5, mp6, mp7, mp8, etc...:



Acompanhe o resumo histórico abaixo e veja onde acaba a ciência e inicia o comercio quase sempre chines...



Ciencia:



MP1 (MPEG-1 Audio Layer I)

Formato de áudio e vídeo de baixa taxa de compactação e baixa qualidade de som e vídeo. Seu projeto e criação se inicia em 1988.



MP2 (MPEG-1 Audio Layer II)

Assim como o MP1, apresenta baixa taxa de compactação e também baixa qualidade de áudio. O formato MP2 foi criado em 1992 e foi projetado inicialmente para atender às demandas das transmissões de áudio e TV. Devido à baixa qualidade desses arquivos, tanto o MP1 quando o MP2 são praticamente desconhecidos do público geral.



MP3 (MPEG-1 Layer-3)

Ao contrário das versões anteriores, este tipo de arquivo foi o primeiro a conseguir conciliar boas taxas de compressão com boa qualidade de áudio. Essa capacidade gerou uma fama tão grande do formato que a partir daí os aparelhos de execução de áudio digital (mesmo aqueles que reproduzissem também formatos diferentes como .wav e .wma) passaram a ser chamados de MP3 Players.



MP4 (MPEG-4 Layer-14)

O MP4 é um formato que surge no rastro do sucesso obtido pelo formato anterior (mp3). No entanto, este não é mais um simples formato de áudio como os anteriores, mas um formato de vídeo que possui áudio em MP4. Aqui a coisa começa há ficar um pouco confusa, já que, ao contrário do que acontece com o MP3, os aparelhos chamados de MP4, com poucas exceções como o iPod, não apresentam a função de player de MP4. Estes aparelhos são apenas um reprodutor de MP3 com capacidade de reprodução de vídeo, ainda que de outras extensões, normalmente de qualidade de compactação inferior, como o AMV.







Comercio (essas siglas abaixo, não podem ser aplicados a uma extensão de arquivo, sendo somente uma denominação do tipo de player. Esse nome, assim como os outros que seguem são apenas uma forma de mostrar a quantidade de dispositivos “extras” que um player possui) :



MP5

O que muda substancialmente de um aparelho MP4 para outro MP5 é apenas a adição da câmera, embora as versões mais modernas também agreguem ao eletrônico outros dispositivos como webcam, câmera filmadora ou até mesmo exportação de vídeo para TV e emuladores para vídeo-game 8 bits.



MP6 (daqui para baixo, todos tem função de telefone).

O diferencial do MP6 é que este player apresenta também funções como suporte a Bluetooth, Java e GPRS.



MP7

O MP7 não é nada mais que um MP6 com função de TV.



MP8 e MP9 confusão total

O MP8 e MP9 são o ápice do caos. Infelizmente é muito difícil resumir ou explicar as funções destes aparelhos, já que cada fabricante opta por características que nem sempre coincidem entre si...

Imagem Postadase a paixão há de ser provisória, que seja louca e linda a nossa história...(Bruna Lombardi)