Ir para conteúdo



Foto

Quais as marcas e operadoras de celular que mais dão problema?


  • Por favor, faça o login para responder
Não há respostas para este tópico

#1

Hades666

    Membro Platinum PluS

  • Membro Prime
  • PipPipPipPipPipPipPip
  • 5.431 posts

Postado 06 Abr 2011 - 00:18

[ATTACH]22919.vB[/ATTACH]

O Procon-SP divulgou o ranking (PDF) das empresas que mais geraram reclamações fundamentadas em 2010 – ou seja, nas quais o Procon teve que ser acionado, porque não foram resolvidas entre cliente e empresa. São fabricantes de celular, operadoras de telefonia TV a cabo, além de bancos, varejistas e empresas aéreas. Quais as marcas que mais dão problema para o consumidor?

Dentre as fabricantes de celular, a Samsung lidera em número de reclamações (982 no total), seguida pela Sony Ericsson (810), LG (780) e Nokia (515). Estes números se referem a todo tipo de produto, não só celulares mas o Procon explica que “os aparelhos celulares continuam concentrando boa parte das reclamações” nessas empresas.


[ATTACH]22920.vB[/ATTACH]


Este é o total de reclamações. Por causa delas, o Procon multou a Samsung em R$2,1 milhões, enquanto a Nokia levou multa de 918 mil, e a LG, de 460 mil. Mas no total de reclamações atendidas, aí a Samsung meio que se redime: a empresa atendeu a 88% das reclamações. A Sony Ericsson só atendeu 52% e a Nokia, meros 25% das reclamações.


Dentre as operadoras móveis, a Claro e a Oi lideram o ranking de reclamações: a Claro (925 reclamações), principalmente por não oferecer a velocidade prometida nos planos de dados 3G; e a Oi (665) por oferecer promoções mas não cumpri-las – cobrando por eles ou não informando os limites direito. A Claro respondeu a 76% das reclamações; a Oi, só a 46%. A TIM conta com 574 reclamações; a Vivo, com 272; e a Nextel, apenas com 33. A operadora fixa de São Paulo, a Telefônica, rendeu mais de três mil reclamações – número terrivelmente alto, mas que vem caindo nos últimos anos, devido à pressão do Procon.
O Procon relata uma prática das operadoras móveis que impressiona pela má-fé: empresas como a Claro, TIM e Oi abordavam consumidores (a maioria com baixo grau de instrução) oferecendo chip de graça. Depois, quando eles recebiam contas referentes ao serviço, descobriam que não haviam assinado um documento para receber o chip de graça – haviam contratado um plano pós-pago…
Dentre as operadoras de TV a cabo, a NET lidera no número de reclamações (692), número muito, muito maior que o das outras empresas (TVA: 79; Sky: 60), principalmente devido à oferta TV + internet + telefone, o triple play. A TAM contou com 100 reclamações; a Gol teve menos da metade (43). Entre os bancos, o Itaú Unibanco e o Bradesco tiveram mais de mil reclamações cada. A Positivo Informática teve 648 reclamações (das quais 87% atendidas); enquanto a B2W – Submarino, Americanas.com e Shoptime – registrou 280 reclamações, da quais 73% foram atendidas.
Vale lembrar que estes números são do Procon do Estado de São Paulo, então a situação onde você mora pode ser diferente. Os números são de 2010, e não correspondem a todos os atendimentos do Procon: dos 630.715 atendimentos no órgão, só 31.509 (5%) viraram reclamações. Veja os números completos no ranking a seguir:
[Procon-SP (PDF) via IDG]



Arquivo(s) anexado(s)



 MacBook Pro I5 2.5 GHz/ Ive Bridge/ Mavericks
 MacBook PRO Retina 15pol/8Gb DDR3/256gb SSD
 HD híbrido Momentus SSD500Gb
 Iphone5S 64Gb/iPhone4S 16Gb/iPhone2G(Coleção)
 iPadMini 32Gb Wi-Fi
Time Capsule 2Tb/ AppleTV3